Passaporte Freela: seu guia definitivo para a liberdade profissional

Read More

Como tirar a cidadania portuguesa?

Read More

5 cafés secretos em Chiang Mai

Read More

horda-pequenos-monstros-banner

Passaporte Freela: seu guia definitivo para a liberdade profissional

Quando paramos para pensar em tudo que nós já realizamos nos últimos anos, parece que a vida até aqui foi um sonho. Desde a primeira vez que pudemos trabalhar de frente para a praia, nos Estados Unidos, sonhando com essa possibilidade ser parte da nossa vida, passando pelos primeiros freelas que conseguimos e até a sensação de estarmos indo morar…

Como tirar a cidadania portuguesa?

Uma das perguntas que mais recebemos por aqui é como conseguimos morar em vários países da Europa por tanto tempo sem precisar de visto. Isso tudo só é possível porque nós dois temos a dupla cidadania portuguesa, que tiramos antes de entrar nessa vida de nômades digitais. Com a dupla cidadania portuguesa, as vantagens vão muito além de poder pegar uma fila…

5 cafés secretos em Chiang Mai

Antes de me mudar para Chiang Mai, eu já sabia um pouco sobre a cultura das cafeterias pela cidade. Por ali ter muitos nômades digitais e pessoas trabalhando remotamente, já esperava encontrar sempre muitos gringos enfurnados em cafés com o ar condicionado no talo tomando litros de café gelado. Só que chegando em Chiang Mai eu percebi que, na verdade,…

5 passos para melhorar suas fotos do celular

Já começo esse post lembrando que não sou fotógrafo, mas há algum tempo levo fotografia como um hobby que eu adoro melhorar. Ultimamente ando me forçando a sair mais para tirar fotos, tentando ver o mundo pensando em como posso fazer aquilo virar uma foto. E, pra falar a verdade e o grande motivo pelo qual esse post existe, eu…

O que o feminismo trouxe para a minha vida

Não sei exatamente quando a palavra feminismo virou parte do meu vocabulário. Cresci brincando com as coisas antigas do meu irmão porque elas eram mil vezes mais legais do que todas as coisas-de-menina que existiam nas lojas, como barbies perfeitas que você só podia personalizar as roupinhas ou bonecas sem graça para brincar de ser mãe. Tive tão poucas amigas…