Transformando cotidiano em amor

Qualquer relacionamento começa daquele jeito incrível que a gente já tá cansado de saber: frio na barriga, tudo é novidade, só surpresas boas e momentos inesquecíveis. Um mês, um ano, dois, três. Como fazer para manter essa sensação de começo de namoro por mais tempo – e, preferencialmente, para sempre? Além do amor, é claro, também temos uma fórmula que continua funcionando depois de quase três anos e meio de namoro: transformar o cotidiano em formas de demonstrar amor.

E isso é ainda mais importante depois que começamos a passar 24 horas por dia um ao lado do outro. Trabalhamos juntos, falamos sobre dinheiro, discutimos trabalho, namoramos, cozinhamos, compartilhamos obrigações diárias e os momentos separados são mínimos. Isso é ótimo porque nunca estivemos tão próximos, mas estamos nos renovando constantemente para o relacionamento não se embolar em meio a nossa rotina e se perder ali dentro. Não é só porque estamos juntos o tempo todo, fazendo tudo juntos e vivendo uma vida super feliz que vou parar de surpreende-lo. Muito pelo contrário.

Incluir essas surpresas no cotidiano de um casal que mora junto não é lá muito simples, e confesso que às vezes vira um malabarismo maluco tentar arrumar uma surpresa nos 15 minutos que ele está tomando banho. Por isso, tem vezes as surpresas são só ter uma ideia diferente, tipo comer fondue em plena segunda feira, e aí nós dois compramos tudo, arrumamos a casa e criamos, juntos, esse momento especial para nós. Surpreender é uma forma de mostrar que seus momentos juntos são cada vez mais frequentes sim, mas continuam tão especiais como eram no começo do namoro.

O meu namorado sabe o quanto eu gosto dele, sabe o quanto nosso relacionamento é importante e o quanto eu valorizo nossa vida juntos. Ele está cansado de saber de tudo isso. E isso não é motivo para nos acomodarmos. Pelo contrário. É mais uma forma de valorizar essa vida, seja com um jantar romântico de surpresa, um chocolatinho voltando do passeio com os cachorros ou com um bilhetinho apaixonado pela manhã. Isso tudo, ao meu ver, é só outra forma de dizer: eu te amo e me importo com a sua felicidade. Me importo tanto que estou aqui, todos os dias, tentando te fazer ainda mais feliz.

E eu acho que esse lembrete é o que realmente vale aqui. Não importa se é um jantar criado a dois ou uma cartinha feita a mão, mas o simples fato de mostrar que você ainda está ali, apaixonado, curtindo cada momento bom mesmo que eles tenham se tornado tão frequentes.

Eu até poderia dar dicas de como surpreender a pessoa que você ama e transformar seu cotidiano em maneiras de mostrar amor. Mas o seu cotidiano é só seu, exclusivo de vocês dois e com suas particularidades. E eu acho que é olhando para elas, vivendo cada uma delas todos os dias, que você enxerga um pedacinho que poderia ser mais valorizado.

São detalhes, meros detalhes, mas que mostram o quanto você ainda é só aquela garota apaixonada do começo do namoro. Uma tarde de domingo preguiçosa que poderia ser mais animada. Uma dancinha na sala. Uma cerveja nova para testarem no jantar de segunda. Um bilhete dentro da carteira. Um sorvete novo que você escolheu só para aquela sexta vendo filme com ela. Um doce que você viu na hora do almoço e sabia que ele ia gostar. Um coração de ketchup feito no sanduíche. Cada casal tem sua rotina, e dentro de cada rotina existem milhares de formas de demonstrar amor. É só lembrar das particularidades que definem vocês.

E agora, com licença, porque meu namorado acaba de aparecer com um queijo quente grelhado com uma vela que sai faíscas douradas de 30cm de altura espetada nele. Sério. Como eu disse, às vezes as surpresas estão nos detalhes mais simples, nas piadas mais tontas ou nos presentes mais improváveis. :)

Tags from the story
, ,

Comentários