Como se vender como freelancer escolhendo um nicho de mercado

Você quer trabalhar de forma independente e se vender como freelancer, mas ainda não tem a menor ideia do que oferecer e qual público quer conquistar? Calma, você não é o único! Essa é um dos pedidos de ajuda que mais recebemos por aqui.

O freelancer novato costuma jogar todas as suas habilidades em cima da mesa ficar olhando para tudo aquilo sem saber o que fazer.

Devo me vender como um profissional que faz esse monte de coisas juntas?
Que fala com todos esses profissionais?
Será que isso é legal?
Será que não vou parecer atirando pra todos os lados?
Será que eu só escolho uma habilidade?

Uma das ideias mais bacanas que damos no Passaporte Freela, nosso curso para você se tornar um freelancer incrível, é de que você pode trabalhar de duas formas como profissional: de forma generalista ou de forma nichada.

Trabalhando com um nicho, o que vamos abordar aqui hoje, você não precisa jogar fora todas as suas habilidades que não for usar no seu nicho – longe disso! Tendo um nicho, você consegue vender suas outras habilidades de uma forma que valorize ainda mais o seu foco, mostrando ela de formas diferentes que valorizem ~o seu passe~ dentro desse nicho.

PERA. O que é nicho de mercado?

O nicho é um pedacinho dentro do mercado que você atua. É quando você encontra e identifica um público específico com necessidades específicas e se dedica a resolver seus problemas. Tendo esse nicho, é mais fácil para você vender seus serviços e encontrar trabalhos que tenham a ver com você.

Você pode ser um jornalista.

Ou pode ser um jornalista especializado em conflitos internacionais.

Ou pode ser um jornalista especializado em conflitos internacionais no Oriente Médio.

Indo mais fundo, um nicho também pode ter vários micronichos que podem ser sua mina de ouro! Só precisa ter demanda, né?

Quanto mais inexplorado o seu nicho for, melhor ele pode funcionar pra você – já que o número de freelancers que também oferecem a mesma coisa será reduzido. Basicamente, você tem um foco.

Mas calma! Não adianta escolher falar sobre bolos de fubá feitos com óleo de coco e achar que esse é um nicho bacana porque ninguém mestá falando dele. Seu nicho também não pode ser tão micro assim a ponto de quase não ter demanda para o que você faz.

Benefícios de encontrar seu nicho:

  • Você pode ser um profissional escasso, com um trabalho mais específico
  • Como um profissional mais raro, você pode cobrar valores mais altos
  • Tendo um público bem segmentado, você consegue conversar com ele de igual para igual, usando termos e uma linguagem que vocês dois estão acostumados
  • Seus possíveis clientes vão sempre saltar aos seus olhos, porque são mais específicos
  • Seus clientes estarão mais confiantes em contratar você para fazer um trabalho específico porque você é um especialista no seu nicho
  • Você irá investir para ser visto como um expert na área que escolheu
  • Você vai atingir menos pessoas – mas elas serão as pessoas certas

Mas trabalhar com um nicho é pra todo mundo?

Em geral, sim, trabalhar com um nicho pode funcionar para todo mundo. Só que terão pessoas que vão se beneficiar muito mais trabahando de forma mais generalista do que focadas em um nicho. Em especial, muitas pessoas que ainda estão começando na carreira podem se beneficar de serem profissionais generalistas e, com o tempo, se aprofundarem em um nicho de forma mais natural.

Também existe um benefício enorme de ser um profissional generalista que o nicho pode acabar pecando um pouco: os trabalhos podem ser muito mais variados, e isso deixa seu dia a dia menos entediante. Ser um profissional nichado tem vários benefícios, mas para pessoas que se interessam por muitas coisas e fazem muitas coisas muito bem, você pode se dar muito melhor sendo um profissional generalista.

Falamos muito sobre essa escolha no Passaporte Freela, que você pode se inscrever gratuitamente aqui:

INSCREVA-SE NO NOSSO CURSO DE FREELANCER GRATUITO

E como eu escolho o meu nicho?

O nicho precisa unir o melhor dos dois mundos:
Seu posicionamento: quem você é, o que você faz, quais são seus diferenciais e no que você acredita
+
O que falta, quais os desejos e necessidades do mercado que você atua.
=
Seu nicho ideal

Com seu posicionamento em mãos, vá fazendo uma lista de tudo que você pode oferecer como diferencial do seu trabalho e escolha alguns destaques. À partir daí, faça uma pesquisa para ver se a demanda existe e se ela não está saturada.

Uma coisa muito legal de encontrar o nicho ideal do seu negócio é que você estará trabalhando com os clientes que tem tudo a ver com você.

Ao mesmo tempo, também é importante ter em mente que as vezes trabalhar com nichos pode ser uma muito mais desafiador do que ser um profissional generalista.

Desafios de se trabalhar com um só nicho de mercado:

  • Você precisa ser realmente um expert nessa área e se posicionar dessa forma o tempo todo
  • O trabalho pode se tornar repetitivo em algum momento
  • Você pode não sentir muita abertura para explorar outras áreas dentro do seu negócio
  • Algumas pessoas ou empresas podem escolher não trabalhar com você porque não se identificam com o seu nicho
  • Você estará sempre se comunicando com menos pessoas – apenas o seu nicho – e, apesar deles serem altamente qualificados, podem demorar mais tempo para gerar retorno financeiro

É claro que, no final do dia, decidir dentre ser um profissional generalista ou um profissional nichado é uma responsabilidade sua. Mas nós estamos aqui para ajudar! No Passaporte Freela, oferecemos alguns exercícios práticos para que você consiga encontrar seu nicho e descobrir se ele é rentável ou não. São coisas que você pode fazer com ferramentas gratuitas, entender seu nicho de mercado, ver quantos freelas você pode tirar dele e decidir se é interessante se aprofundar nele ou não.

INSCREVA-SE NO NOSSO CURSO DE FREELANCER GRATUITO

O Passaporte Freela é nosso curso que te ajuda a conquistar aquela tão sonhada liberdade profissional, trabalhando com clientes que você sempre sonhou e da forma que você sabe que é melhor para você. O melhor de tudo isso é que o curso de introdução é gratuito! Vai lá no site e se inscreve. :)

Comentários