5 ruin bars em Budapeste para conhecer

Budapeste é uma cidade com relativamente poucas coisas turísticas para se fazer. Morando por lá durante dois meses, se tem uma coisa que a gente recebia de sugestão de absolutamente todo mundo era: conheçam vários ruin bars em Budapeste!

Pesquisando what the fuck eram os ruin bars – alguns chamam os bares de ruin pubs, mas é tudo a mesma coisa – não dava para deixarmos essas dicas de lado: os ruin bars são, em um resumo que na verdade é uma tradução bem besta, bares em ruínas.

Ruin bars são bares que ficam dentro de ~lugares abandonados~ em Budapeste – pode ser só um grande galpão, ou um prédio todo, ou até em porões. O que importa é ter aquela ideia de lugar abandonado – com paredes estrategicamente detonadas, muita cerveja, palinka e uma decoração totalmente única. Esses espaços são chamados de ruin bars, mas cada um deles tem uma proposta específica: alguns são só bares, outros são restaurantes, outros são uma mistura de bar, restaurante, casa de shows, balada e até espaço com jogos. Então, quando ler que o lugar é um “ruin bar”, espere que ele vá vender bebidas e usar aquela estratégia de decoração meio em-construção-mas-finalizado. O resto você só vai descobrir entrando para saber como é.

Antes de começarmos a lista, três coisas que amamos muito sobre os ruin bars em Budapeste:

– Você não paga para entrar, então pode ir lá pra dentro, dançar, beber, ficar quanto tempo quiser e, quando cansar, simplesmente sair. Não tem conta e não tem fila, você paga a bebida tudo na hora e isso funciona super bem.
– Amamos esses lugares que você vai e dança se quiser, bebe se quiser, conversa se quiser, come se quiser, faz o que quiser, porque tem tudo lá dentro a sua disposição. É muito prático – e sempre tem alguma coisinha para petiscar entre uma cerveja e outra.
– Entrar nos ruin bars em Budapeste é sempre uma surpresa. Você nunca sabe o que está acontecendo lá dentro, como é a decoração ou o que eles estão servindo. Normalmente eles são beeem grandes, o que deixa tudo ainda mais legal!

Nossos 5 favoritos ruin bars em Budapeste:

Anker’t

As primeiras vezes que fomos no Anker’t foi porque, em algumas quartas feiras, eles têm um evento de jogos de tabuleiro que você pode escolher qualquer um dos disponíveis e jogar com seus amigos enquanto bebe alguma coisa e come as mini-porções que eles servem. Nessas vezes já percebemos que o lugar era bem legal, com vários cantos diferentes, mas só fomos ver quanto ele é diferente uma vez que chegamos lá ainda durante o dia. O Anker’t fica dentro do esqueleto de um prédio que foi abandonado antes de terminar de ser construído, com uma decoração super industrial cheia de luzinhas amareladas que se misturam com o tom de cimento das paredes, deixando tudo com um ar muito legal!

Acho que o Anker’t é um dos ruin bars mais escondidos dessa lista, mesmo que ele esteja bem perto da Ópera de Budapeste. Vale muito a pena ir conhecer!

 

Szimpla Kert

O Szimpla é o ruin bar mais famoso de Budapeste e tenho certeza absoluta que você, planejando uma viagem pra cidade, já leu alguma coisa sobre ele. O bar é gigante, cada sala tem uma decoração completamente diferente da outra e todas são cheias de coisas penduradas pelas paredes, no teto, com plantas e tudo que você imaginar. A cerveja é barata, eles tem algumas comidas lá na parte do fundo, um espaço para shows, um DJ em cada andar e várias salas pra você escolher onde sentar. O único problema do Szimpla é que ele é MUITO turístico, então espere ver todos os grupos de ingleses bêbados de Budapeste juntos.

O Szimpla é bem legal pra conhecer – e vale muito a pena ir mesmo! –, mas não é o tipo de lugar que gostamos de ir beber, então sempre evitávamos. Mas no domingo a coisa muda. Até às 14h, eles têm uma feirinha de produtos locais dentro do bar. Não tenho a menor ideia de como eles conseguem fechar o bar tipo 7h da manhã, limpar tudo e ainda se preparar para receber todas as pessoas que vão para lá, mas é muito legal ver toda aquela decoração durante o dia! São várias barraquinhas vendendo queijos variados e embutidos, além de algumas que vendem até legumes, compotas, mel e outros produtos húngaros. É bem legal ir até lá num domingo para comer queijos, beber alguma coisa e passear pelos cantos do Szimpla que você nunca consegue prestar atenção de noite. Na única vez que conseguimos acordar cedo a ponto de ir, encontramos uma leitora húngara do blog! <3

 

Kuplung

O Kuplung é um dos ruin bars em Budapeste que ficam na rua mais famosa para sair durante a noite, a Kiraly Utca. (Sdds Kiraly!) Com um espaço de shows bem grande no fundo, sempre tem uma banda por lá tocando durante a noite, além do espaço do bar e das comidas que são servidas até bem tarde. É um lugar bem gostoso para ir de dia também, especialmente se o tempo estiver bom, já que eles tem um espaço aberto com uma decoração super bonitinha.

 

Fogasház

Acho que o Fogasház resume bem o significado de um ruin bar. Se quer começar por algum que não seja o Szimpla, recomendamos bastante ir lá, especialmente se você gosta de balada, já que lá tem duas pistas de dança, uma bem grande ao lado e normalmente cheia de gente e uma mais tranquila e bem menor no fundo do bar. A maior parte do Fogasház é um grande “jardim” que te deixa meio impressionado quando entra, mas se você entrar nas salinhas laterais pode encontrar umas surpresas e fugir um pouco da música muito alta pra conversar. Vale ir pra conhecer, mas a dica é tentar ir num dia de semana, quando ele não tá tão cheio, porque ele realmente lota!

 

Ellato Kert

Confesso que a primeira vez que fomos para o Ellato era basicamente porque eles serviam comida mexicana – meu tipo de comida favorito de toda a vida. Quando chegamos lá, além dos tacos, nachos e sour cream, também descobrimos um lugar com mesa de sinuca, várias salas, muita gente dançando e curtindo em qualquer lugar e, especialmente, com uma trilha sonora MUITO boa! Para quem curte indie ou pop, o Ellato é um dos lugares mais legais pra passar a noite. Fomos até lá só para comer e acabamos ficando um tempão simplesmente porque não queríamos abandonar a trilha sonora de jeito nenhum – já que em muito lugar da Europa você só ouve música eletrônica em absolutamente qualquer lugar que vai.

 

Bônus: Kőleves Kert

Não sei se pode classificar o Kőleves como um ruin bar, mas tá valendo! Ele só funciona durante o período mais quente do ano e vale muito a pena ir até lá conhecer! O espaço é todo aberto, com iluminação colorida, chão de pedrinhas, mesas por todos os cantos e com um monte de comidinhas ótimas no menu. Passa uma sensação de verão deliciosa, quase meio hippie, por isso é um daqueles espaços que você vai antes de escurecer para jogar conversa fora, comer bem e se preparar para a balada – ou até ficar lá a noite toda. É um dos cantos mais bonitinhos de Budapeste e sempre que a gente passava ali na frente dava vontade de entrar, se aconchegar em uma das cadeiras – ou até nas redes (!) que eles tem – e tomar um fröccs sem pressa.

 

Essa entidade húngara chamada ~ruin bar~, com tudo junto dentro de um espaço super estiloso, é tão bacana que nós queríamos muito que o conceito se espalhasse por aí! Enquanto estávamos morando em Budapeste conhecemos MUITOS ruin bars, inclusive alguns que são especiais principalmente pela comida, mas eles vão estar em um post de lugares imperdíveis para comer por lá.

Se você passar por algum desses ruins bars, manda uma foto pro nosso Facebook! A gente vai adorar matar um pouquinho a saudade. <3

Você pode ver todos os nossos posts do período que moramos em Budapeste clicando aqui!

Tags from the story
, , , ,

Comentários