5 razões para você visitar Budapeste já!

Quando decidimos ir morar em Budapeste preciso confessar que não estávamos esperando muita coisa da cidade. Primeiro país do Leste Europeu que estávamos indo morar, fecharam a fronteira para refugiados, Europa em crise, um lugar pouco conhecido por muita gente, poucas informações… tudo apontava para que nossos próximos dois meses morando ali seriam legais, mas não incríveis.

Assim que chegamos, nossas impressões mudaram completamente. Apesar de Budapeste ser a capital de um país tão católico e conservador quanto a Hungria, a cidade é cheia de jovens, vibrante, com muitas coisas legais e diferentes nascendo em todos os cantos. Nossos dois meses lá foram bem agitados e ficamos com a sensação de que a cidade está passando, nesse exato momento, por uma mudança muito forte de cidade-regular para cidade-cool, quebrando as barreiras do governo quadradão e entrando na listinha de cidades como Berlim e Lisboa.

Por isso mesmo, essa já é uma época única para conhecer Budapeste, porque temos certeza que em alguns anos ela estará completamente diferente!

5 razões para você visitar Budapeste já

Uma das capitais mais baratas da Europa

Budapeste é a capital européia mais barata que já visitamos até hoje. O florim húngaro é a moeda oficial e você pode até demorar pra conseguir fazer as contas, mas no fim vai sempre se surpreender com o resultado. Uma cerveja de meio litro? Mais ou menos um euro!

Para se locomover, dá para andar pela cidade inteira no calor e, para o inverno, o transporte público é muito barato. A comida é barata, beber é muito barato – e isso atrai muita gente jovem pra cidade! – e você consegue fazer muito com muito pouco.

 

A maior parte dos pontos turísticos são de graça (e incríveis!)

Facilitando ainda mais a vida do turista em Budapeste, a maioria dos seus pontos turísticos são de graça – e a cidade tem vários! Ver o Parlamento de Budapeste, atravessar a ponte até Buda passando por cima do Danúbio, passear pela cidade e pelo Castelo de Buda, babar na arquitetura e na vista incrível do Bastião do Pescador, tirar um milhão de fotos da vista de Buda para Peste, relaxar na Margitsziget – uma ilha maravilhosa que fica no meio do Danúbio –, tudo isso é parte importante de turistar pela cidade. E de graça! Prepare as pernas e a câmera.

 

São duas cidades em uma só

Budapeste é dividida pelo Rio Danúbio. De um lado fica Buda, com seus morros, casas residenciais mais tradicionais, grandes famílias e arquitetura impecável, além de muitos pontos turísticos clássicos. Do outro fica Peste, toda plana, cheia de jovens, bares, restaurantes, escritórios e onde a cidade acontece de verdade. Duas cidades, duas atmosferas completamente diferentes.

O que mais impressiona nessa comparação entre Buda e Peste é a arquitetura de ambos, misturando o velho com o novo o tempo todo. Buda é uma região mais tranquila, mais cara e mais séria, para quem vive na cidade mesmo – é incrível ir pra lá passar algumas horas conhecendo todos os pontos turísticos tradicionais, mas você vai querer voltar para Peste para curtir a noite. Peste é onde você vai encontrar os bares, a maior parte dos restaurantes diferentes e das coisas mais urbanas mesmo.

 

Você nunca vai conhecer bares tão exóticos quanto os de lá

Budapeste vai te dar esse gostinho de cidade diferente de tudo que você já conheceu antes especialmente por causa de uma coisa muito específica: os bares em ruínas. São galpões, prédios, construções abandonadas, tudo levemente reformado (mantendo as ruínas, é claro) para acomodar bares, restaurantes e baladas. Algumas vezes as três coisas estão dentro de um lugar só.

A decoração também costuma ser um show à parte, já que cada lugar escolhe um tema diferente para montar seu ruin pub e você quer entrar em cada um deles para ver como é lá dentro. Outra coisa legal é que, na maioria deles, você só para o que consumir, não para entrar. Então dá pra ficar pulando de ruin pub em ruin pub durante a noite conhecendo vários de uma vez.

Aqui tem uma lista completa dos nossos Ruin Pubs favoritos de Budapeste. Corre lá!

 

É um gostinho do Leste Europeu

Existe todo um mito por trás do tal ~Leste Europeu~. Tem gente que tem medo, tem gente que acha que é um lugar horrível e abandonado, mas a verdade é que o Leste tem uma variedade infinita de cidades, culturas diferentes e contrastes. Se você deu ouvidos demais aos mitos sobre a região ou ficou traumatizado com aquele filme, O Albergue, não precisa se jogar na Macedônia pra quebrar essa ideia. Budapeste é um Leste Europeu café com leite, pra você deixar de ter receio da região.

Mesmo sendo bem diferente de toda a Europa Ocidental, Budapeste ainda é bem, digamos, confortável pra quem nunca foi para aquelas bandas. Muita gente fala inglês no centro, a cidade é bem segura e as chances de você ter algum problema são mínimas. Budapeste é uma porta de entrada para quem quer quebrar o preconceito e abrir seus olhos para essa parte da Europa.

 

Budapeste é uma cidade incrível que morremos de saudade, e tenho certeza que você também vai curtir muito por lá!
Para ler todas as nossas dicas sobre a cidade é só clicar aqui!
Para ver todos os vídeos em nosso canal do Youtube é só clicar aqui!

Tags from the story
, ,

Comentários