Parque Ibirapuera – O que conhecer?

São Paulo é uma cidade difícil para turistas. Seu tamanho intimida, a falta de segurança é pauta em todos os jornais e é complicado chegar em boa parte dos lugares de transporte público. Os metrôs não chegam em todos os pontos turísticos, os ônibus são mal sinalizados e mudam de trajeto sem avisar. Nessa curta viagem a São Paulo, praticamente todos os dias pegamos mais de um ônibus, metrô e taxi, nos guiando pelo Google Maps, pelo site da SPTrans e pelo Waze. É claro que o fato de estarmos hospedados longe do centro dificulta um pouco, mas não imagino que seja tão diferente assim.

O primeiro dia do #SPporPaulistanos começou em um clássico, o Parque Ibirapuera. Durante a semana ele fica bem tranquilo e dá pra curtir cada atração com calma, ao contrário dos finais de semana, que vira “a praia dos paulistanos” (odeio esse termo). Além de correr, andar de bicicleta, patins, skate, jogar bola, explorar trilhas, meditar e fazer piquenique, lá tem várias atrações culturais em ambientes bem diferentes entre si. Ele é dividido em Cultura, Lazer e Área Verde nos mapas disponíveis, mais ou menos assim:

Ilustração: Leonardo Vaz

Vou falar sobre as que visitamos e as que considero mais importantes, mas se você quiser conhecer cada pedacinho de lá, é só entrar no site do parque.

Vamos lá:

Oca

Esse é o espaço que dá cara ao Parque Ibirapuera. Foi projetado pelo Oscar Niemeyer e impressiona por dentro e por fora. Quando fomos, em junho, o espaço estava vazio, mas é sempre bom ficar de olho na programação mensal do site.

Eles já trouxeram exposições bem conhecidas, como aquela de corpos humanos que mostrava suas partes internas e também a maior exposição sobre dinossauros que já veio para o Brasil, a “Dinos na Oca”. O valor de entrada depende de cada exposição, mas os ingressos costumam ser sempre mais baratos na segunda feira.

MAM – Museu de Arte Moderna

O MAM não é um museu muito grande, mas costuma ter exposições bem legais. A entrada é de 6 reais, eles tem uma lojinha bem bonitinha e um restaurante super bem recomendado, mas um pouco caro. O museu funciona desde 1948, um clássico, e vale a pena conhecer o espaço mesmo que a exposição não te interesse tanto. Não gostamos muito das duas que estavam lá quando fomos, mas o calendário já mudou – e muda sempre. Mas acho que ver exposições de arte com uma curadoria boa e por um preço baixo sempre vale a pena. Sei lá, acho que conhecer um pouquinho mais nunca é demais! :)

O site deles é muito bom, o melhor site dos espaços do Ibirapuera (ufa!), e dá para acompanhar o calendário diretamente por ele.

Pavilhão da Bienal

A Bienal sempre recebe exposições e eventos grandes, como o São Paulo Fashion Week e as Bienais do Livro e de Arte de São Paulo. A agenda é sempre bem interessante e tem várias exposições itinerantes durante o ano. O site da Bienal é bem completo e dá para você se programar com a agenda de atrações. Ah! O prédio também é projetado pelo Niemeyer, uma atração à parte.

Planetário do Ibirapuera

O Planetário ficou pronto em 1957 e é um dos espaços mais legais do parque. De segunda a sexta ele só abre para visitas escolares, mas dá para tirar uma tarde de sábado e ir até lá conhecer. Além da experiência toda, a Escola de Astrofísica ainda dá alguns cursos de astronomia e ciências para o público que se interessar por essa pira toda. Quando fomos ele estava fechado para reformas, mas já estivemos lá quando éramos mais novos e é incrível tanto para crianças quanto para adultos. Outra coisa legal é o valor do ingresso, só R$ 5,00!

Auditório Iburapuera

O Auditório Ibirapuera é o mais novo dos projetos do Niemeyer no parque e recebe espetáculos de música, teatro e dança. É aquele passeio pra fugir um pouco do que estamos acostumados e curtir essa injeção de cultura na veia mesmo. Se você for olhar hoje a programação no site, vai encontrar uma apresentação de tenores e um show de uma banda que mistura ska com jazz, por exemplo.

O mais legal desse auditório é que seu fundo pode ser aberto e transformado em um palco quase estilo arena. Um lado tem a plateia de dentro do auditório e do outro o parque, em que as pessoas podem assistir a apresentação sentadas na grama. O ingresso varia de acordo com o espetáculo, e muitos deles são gratuitos em alguns dias da semana. Nos outros dias o preço fica mais ou menos R$ 20,00. Tranquilo, né?

No Parque Ibirapuera também dá para conhecer o Museu Afro-Brasil, com arte com tema africano, o Museu de Arte Contemporânea, que agora, além da USP, também fica em um prédio criado em 1950 pelo Niemeyer, o Pavilhão Japonês, que em algum dia mágico deve reabrir, o Jardim das Esculturas, com quase 30 delas ao ar livre e a Marquise do Ibirapuera, uma parte coberta onde várias pessoas se encontram enquanto outros andam de skate ou patins.

Ali do ladinho do parque fica o Monumento às Bandeiras, o mais famoso de São Paulo, e o Obelisco, que está fechado há mais de 10 anos, mas faz parte da história da cidade e você pode dar uma passada pra tirar uma foto de fora. Tipo a gente!

O parque é cheio de atrações diferentes, dá pra passar o dia todo explorando. Ou só pegar um dia gostoso e ficar a tarde toda num piquenique ou andando de bicicleta. As bicicletas podem ser alugadas no Portão 4 por R$ 5,00 a hora, aí conseguimos nos deslocar melhor e curtir tudo. Como fomos em uma quinta feira, estava bem tranquilo de andar na ciclovia, mas falam que nos finais de semana fica bem cheio.

Outra coisa legal do Ibirapuera (e em tudo que fica lá dentro) é que mostra para nós, paulistanos, como podemos viver um pouquinho da cultura de São Paulo sem precisar gastar tanto quanto a gente imagina. São Paulo é uma cidade cara, aí acabamos deixando de ir atrás de algumas coisas que queremos conhecer simplesmente porque já deduzimos que ela vai violentar nossa carteira. Em dias específicos da semana algumas entradas são de graça, e assistir um balé no auditório, em qualquer dia de apresentação, sai por 20 reais!

Nossa sugestão para uma tarde no Parque Ibirapuera é: chegue antes do almoço, faça um piquenique de frente para a fonte, alugue uma bicicleta e vá conhecer as exposições e eventos do parque. Vale a pena! :)

Informações

Parque Ibirapuera

Horário: Todos os dias, das 5h às 24h
Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, Portão 10, Vila Mariana
Bicicleta: Alugar no portão 4. R$ 5,00 a hora

Comentários