Motivos para amar a Espanha

Moramos por 6 meses na Espanha conhecendo um pouco mais de uma cultura que, ao mesmo tempo que é tão próxima da nossa, também é tão diferente. Chamamos Barcelona e Córdoba de casa e conhecemos pelo menos outras oito cidades de um dos países mais queridinhos do mundo. Agora, vendo tudo isso que passou, conseguimos enxergar ainda melhor o que faz a Espanha ser tão especial e apaixonante para todo mundo que passa por lá.

Ali é um lugar que as pessoas falam. Muito. Puxam assunto na rua. Tentam fazer amizade com você enquanto você faz compras no supermercado. Tem sempre alguém para conversar, mesmo quando não tem ninguém ao seu redor: é só falar sozinho. Na Espanha, falar sozinho não é nem coisa de louco: é cotidiano. E, se bobear, talvez um vizinho ainda te responda da janela. Já aconteceu.

E isso tudo é tão familiar com nossa vida no Brasil. A Espanha nos dá essa sensação de acolhimento justamente pela simpatia do seu povo. E até quem não está acostumado com tanta conversa se sente próximo, abraçado pelas pessoas que querem puxar assunto contigo. Eles falam tanto, tão rápido, com todo mundo, fazem graça, dão risada das suas piadas, do seu sotaque, ou um pouquinho de cada. Você vê vida nas ruas o dia todo, até na siesta. Tem sempre uma TV ligada, alguém fumando na janela, uma pessoa atravessando a rua dando saltinhos, um turista fotografando um canto que você nunca notou antes.

A Espanha é feita de muitas ruas estreitas, artísticas, históricas, cheias de memórias e acontecimentos. Em Barcelona, misturando Gaudí com casas de pessoas comuns, às vezes até no mesmo prédio, enquanto junta o movimento turístico que não para com a tranquilidade da praia. Trazendo suas tradições para uma cidade grande, como acontece em Madrid, mostrando para o mundo que sim, aqui vive um povo cheio de história. Catalães, galegos, bascos, andaluzes, valencianos e todos os povos dali se misturam em línguas, tradições e comidas, criando lugares totalmente independentes e, ao mesmo tempo, tão interligados. A Espanha é uma mistura enorme de orgulhos representados por bandeiras que mostram cabeças erguidas cheias de sonhos, passados e planos, apesar de qualquer pesar.

E uma das coisas mais especiais de lá é justamente todo esse orgulho que cada povo têm de viver na sua região, sempre tão felizes de mostrar suas origens como se cada canto ainda fosse um país. E são esses vários países que se misturam em culturas, virando essa massa de ideais tão parecidos e diferentes, contando histórias tão distintas e compartilhando tradições tão complementares.

Tradições, essas, que acabam nos confundindo de primeira e nos deixando mal acostumados em seguida, como a siesta. Confesso que ainda fico surpresa de andar no meio da tarde por aí e encontrar lojas, restaurantes, cafés, supermercados, todos abertos. E aí me lembro: opa, é que não estou na Espanha. E se tem alguma coisa que muda meu fuso horário mental para a Espanha, é a hora da siesta.

Esse povo tão cheio de personalidade é, sem dúvida, um dos mais amigáveis que já conhecemos viajando e morando por aí. Os espanhóis são um povo tão próximo que até sua comida é feita para compartilhar. As tapas, pequenos pratinhos que você põe na mesa pra todo mundo comer, são o maior exemplo da proximidade que os espanhóis gostam de estar com as pessoas. Na mesa e nas ruas.

Leia mais: A melhor forma de transferir dinheiro para a Espanha!

E mesmo se você não é a pessoa mais extrovertida do mundo, a Espanha ainda te dá uma ajudinha para te enturmar: não conseguimos contar nos dedos das mãos a quantidade de bebidas típicas que surgiram dessa terra européia. De todos os vinhos que, incríveis se bebidos puros, ainda inspiraram a sangria, o tinto de verano e o Pedro Ximenes. Ou o vermouth, a sidra, a cava e até o leche de pantera. Uma infinidade de bebidas para aproveitar a Espanha da melhor forma possível, em qualquer temperatura ou temporada. Até nesses detalhes os espanhóis pensaram para socializar ainda mais.

A Espanha é um daqueles países que você consegue de tudo: praias incríveis, cidades cosmopolitas que funcionam até de madrugada, espaços tradicionais e cheios de cultura, histórias para todos os cantos e muitas, centenas, milhares de motivos para se apaixonar. E esse foi o nosso caso. <3

Comentários