Escreveria nossos nomes em cadeados

Se árvores falassem, contariam histórias de muitos casais que escreveram seus nomes e corações pelo mundo. Esse é um costume antigo daqueles que querem eternizar seu amor de alguma forma. Agora a madeira de seus troncos terão um pouco de descanso.

Ao andar pela metade mais próxima de Manhattan da Brooklyn Bridge não tem como não reparar nos vários cadeados espalhados por lá. São de vários tamanhos, cores e com diferentes mensagens, mas sempre representando a promessa de amor eterno.

Casais apaixonados vão até a ponte, prendem os cadeados com os escritos representando seus corações e jogam a chave no rio, para que jamais possam ser abertos de novo.

http://www.youtube.com/watch?v=3RK4O7hUurk

A moda começou em Roma, há cinco anos atrás, com o filme italiano “Ho Voglia di Te”, do diretor Federico Moccia. Em uma das cenas do longa, os personagens fazem esse gesto simbólico, que as pessoas começaram a imitar por pontes no mundo inteiro.

Na Ponte do Brooklyn os cadeados só começaram a aparecer em 2010, mas já são muitos turistas que passaram pela cidade e deixaram lá seus corações, presos com uma das vistas mais bonitas de Manhattan.

Comentários