Como ganhar dinheiro extra em 2017

O ano que vem já tá batendo na porta e você separou na listinha de metas tudo aquilo que vai precisar guardar uma grana pra conseguir realizar. A viagem de férias, o videogame novo, aquela frigideira antiaderente revolucionária que muda a vida de qualquer adulto, essas coisas de primeira necessidade que ficam lá embaixo na lista de prioridades quando a vida te estapeia com contas a pagar.

Só que o ano que vem pode ser um ano diferente. Pode ser um ano que você terá uma graninha extra para investir naquilo que sempre sonhou – e a conta da internet tira de você todo mês. 2017 pode ser um ano que a internet, essa linda, vai te ajudar a ganhar uns trocados a mais.

Não adianta pular sete ondinhas repetindo “dinheiro, dinheiro, dinheiro” e não fazer nada diferente para aquelas notas extras entrarem na sua carteira, né? Então larga mão da Megasena da virada e vem com a gente escolher uma dessas opções para ganhar dinheiro extra em 2017! ;)

 

Completar tarefas rápidas online

A Amazon tem um programa que você pode ganhar dinheiro completando tarefinhas bem simples, que variam entre responder um questionário a fazer uma pesquisa rápida no Google, tirar uma foto de alguma coisa específica e coisas do tipo. Tudo simples e pra qualquer um. Pagam bem? Não muito. Especialmente esses mais fáceis. Só que são várias opções super rápidas, que te tomam alguns segundos ou poucos minutos, que dá pra fazer até no intervalinho do trabalho só pra relaxar – afinal, é tudo bem simples mesmo. De grão em grão, o nosso sapato se enche de areia! (ainda tô na vibe das sete ondas, mas você entendeu, né?)

Se você procurar bem, também vai ver que lá tem trabalhos maiores, como transcrição de vídeos e áudios, que pagam um pouco mais – tem job de até 80 dólares! -, que você pode pegar depois que começar a frequentar mais a plataforma – só precisa ter o inglês afiado.

Mechanical Turk

Compartilhe o que você sabe com o mundo

Você manja muito sobre algum assunto? QUALQUER assunto? De laços de cabelo até fazer cerveja artesanal, passando por ilustração, programação e Photoshop? Então essa dica vai ser ótima pra você – e, convenhamos, eu aposto que você saiba muita coisa sobre algum assunto. Existem várias plataformas online que você consegue criar um curso – imenso ou mini – fazendo uma série de vídeos ou textos, onde você ensina alguma habilidade ou compartilha conhecimento para quem tiver interessado. Se você nunca deu aula na vida, isso não é um problema, já que a maioria dos usuários que estão nesses sites são professores amadores também – o que não invalida a possibilidade deles serem profissionais incríveis que vão te ensinar coisas sensacionais.

O mais legal dessa história toda é que provavelmente terão ao menos algumas pessoas interessadas em aprender aquilo que você sabe – internet, né? Tem de tudo na internet. E não adianta inventar desculpas achando que é só conhecimento acadêmico, porque não é. Os exemplos que demos ali em cima são reais (até o de laços de cabelo). Nessas plataformas tem de tudo, de gente ensinando neurociência até vídeos com faça você mesmo.

Udemy – Skillshare

Leia também: Trabalhar pela internet, um guia para iniciantes

 

Hospedar bichinhos na sua casa

Estão começando a surgir por aí sites, apelidados de ~Airbnb dos animais~, onde você pode oferecer um hotelzinho caseiro para os pets de outras pessoas. Da mesma forma que no Airbnb, você oferece o espaço e cuida do bichinho de outra pessoa por um tempo, como se ele fosse seu, recebendo por diárias. Cuidar de catiorros, porquinhos e gatíneos dentro da sua própria casa e ainda ganhar por isso? Parece um sonho! <3

Você pode escolher qual animal pode hospedar (cachorro, gato, ferret, aves e até mini-porcos), o tamanho de bichíneo que sua casa suporta e a quantidade de animais que pode cuidar ao mesmo tempo. É algo que pode render um dinheirinho extra bem legal e é uma ótima alternativa para quem gosta de animais e tem tempo livre dentro de casa. Além de, é claro, ainda ter o bônus de um bichinho para amar e amassar como se fosse seu por alguns dias. <3  

Já usamos um serviço desses na Espanha e na Alemanha e hoje a gente sempre opta por esse tipo de coisas, já que ele costuma ser bem mais legal para nossos cães do que um hotelzinho tradicional. E isso está crescendo bastante no Brasil também! :D

Dog HeroPet Anjo

 

Ser um pet sitter ou um dog walker

Se catiorríneos (ou qualquer animalzíneo) forem sua paixão, essa é uma forma bem legal pra você ganhar dinheiro no seu tempo livre. Diferente da opção acima, aqui você pode sair para passear com os bichinhos dos outros ou até se hospedar na casa das pessoas, cuidando dos seus animais, como uma babá! São trabalhos bem fáceis – e bem gostosos, na maior parte do tempo -, onde tudo o que você precisa é amar animais, ter bastante cuidado com os bichinhos alheios, tratando eles como se fossem seus, e ser responsável respeitando todas as recomendações do dono. É isso!

Pet AnjoAgendaPet 

Você também pode divulgar esses serviços no seu bairro, criando um flyer e distribuindo por aí!

 

Alugar a sua vaga de garagem

Se você mora próximo de algum lugar bem movimentado – restaurante, casa de shows, balada e até prédios comerciais – e tem uma vaga de carro livre, porque não colocá-la disponível para aluguel? Além do velho boca a boca no prédio e na vizinhança, existem sites e apps que você pode cadastrar sua vaga, colocar os horários que permite que estacionem nela, quantas vagas disponíveis e pá! Já consegue ouvir o dinheiro caindo na conta? Qualquer pessoa pode entrar, reservar a vaga, estacionar lá e você recebe por isso.

Te amo, internet! <3

EzParkParkingaki

 

Trazer encomendas para outras pessoas

Sabe quando você conta para os amigos que vai fazer uma viagem para o exterior e de repente surgem 47 encomendas dos nem-tão-brothers para encher a sua mala? A nossa dica é: comece a cobrar uma pequena porcentagem por elas – especialmente se for para o primo da vizinha do seu amigo ou, nesse caso, para um desconhecido. Nesses sites você pode cadastrar sua viagem e as pessoas te pagam para você trazer alguma encomenda, já separando uma comissão para você. Mas relaxa, porque dá pra negar pedidos gigantes de quem quer que você traga todo um quartinho de bebê na sua singela mala de viagem. Você tem total liberdade de aceitar ou não a encomenda, é claro.

CanubringStuff In Bag

Leia também: Como economizar dinheiro para viajar mais

Vender roupas que você não usa mais

Já passou da hora de você finalmente desapegar daquelas peças de roupa que estão há mais de ano no seu guarda-roupas e você nem lembra mais que existem. E também daquelas que você comprou, usou uma vez e nunca mais – quem nunca? Você pode criar uma lojinha virtual e colocar todas aquelas roupas, calçados e acessórios que você não quer mais e só estão ocupando espaço no armário. Dá pra fazer um bazar online só para os amigos ou entrar em grupos de venda e compra, os dois direto no Facebook. Também dá pra juntar as amigas e fazer um bazar com as roupas de todo mundo, abrir uma lojinha no Enjoei – mesmo que a comissão da plataforma esteja bem alta – ou até participar de eventos específicos para trocar roupas que você não usa mais por roupas novas, como o Trocaderia.

Enjoei • Trocaderia • Troca/Venda Roupas

 

Vender fotos online

Profissional ou amador, se você tem um bom olhar para fotos, essa pode ser uma forma bem legal de ganhar uns trocados extras. Existem plataformas onde você pode colocar as suas melhores fotos pra vender – mesmo se você não tiver uma câmera incrível em casa. Uma boa foto de celular, de boa qualidade, também pode ser válida – o que importa mesmo é que a foto seja boa e funcione para o objetivo de quem vai comprá-la. O mais legal é que você não precisa vender sua foto para apenas uma pessoa, já que alguns sites não vendem a exclusividade do seu trabalho, então pode acontecer que uma única foto acabe rendendo bastante.

ShutterstockSmugmugSnapwireFotolia

 

Cozinhar para um estranho

Aquele seu sonho de se tornar um Master Chef pode estar mais próximo do que você imagina – ou quase. :P

Você sabe que cozinha bem, adora fazer almoços incríveis para os amigos e a família, curte receber visitas e ama conhecer pessoas novas? Então já pode jogar as mãos para o alto e agradecer a economia compartilhada, porque agora você pode ganhar – e ganhar bem! – com isso. Funciona de forma bem simples: você divulga um menu, coloca o preço por pessoa que você quiser e espera suas reservas – de brasileiros, de gringos, de gente querendo comer aquele prato exótico, de gente querendo experimentar os pratos nordestinos de babar que você aprendeu com sua avó. A proposta não é só você ficar confinado na cozinha, mas também socializar com as visitas, comer junto e trocar experiências. Sensacional, né?

Meal SharingEatWithDinneer

Leia também: 5 ideias para ganhar em dólar sem sair de casa

 

Ser um amigo (e guia turístico) de aluguel

Sabe quando você viaja, quer conhecer a região e precisa contratar um guia turístico meia boca que só repete um discurso decorado e sem personalidade nenhuma? Imagina que louco seria se você pudesse trocar esse guia por um local que conhece a cidade como a palma da sua mão e quer muito socializar com turistas?

E imagina que mais legal ainda se você fosse esse local super cool, cheio das dicas, levando um turista gente boa para passear na cidade que você mora?

Nesses sites você pode se colocar “de aluguel” para qualquer turista que for conhecer a sua cidade. Eles sempre procuram conectar gente de gostos e características parecidas, então é bem possível que, além de ganhar dinheiro para mostrar a cidade que você conhece tão bem, levando ela para cantos que você adora, ainda pode sair dessa com um amigo novo!

Rent a Local FriendWithLocalsAirbnb Experiences

 

Dar aulas de línguas

Se você sabe falar alguma outra língua fluentemente, já pensou na possibilidade de dar aulas? Inglês, espanhol, francês, o que você dominar pode ser posto pra jogo. Tudo o que você precisa é de um computador com câmera, uma metodologia básica e você estará apto para dar aulas particulares de línguas para quem se interessar. Normalmente as aulas são remuneradas por hora e você escolhe o quanto quer cobrar. Você não precisa ter experiência prévia, mas pode treinar a metodologia que você desenhou com voluntários até começar a dar aulas de forma mais confiante.

iTalkiVerbling • Verbalplanet

 

Seja um goleiro amador (sério!)

Essa aqui vai parecer uma opção meio bizarra, mas se você curte ~jogar uma pelada~, que tal ganhar para jogar na posição que ninguém quase nunca quer: goleiro? Existe um app chamado Goleiro de Aluguel que você se candidata para servir de goleiro para outras pessoas em partidas amadoras de futebol. Pra quem curte futebol e, especialmente, jogar no gol, tá aí uma alternativa boa! ;)

Goleiro de Aluguel

 

Alugar… qualquer coisa!

Sabe aquela mala que tá só ocupando espaço, o videogame parado ou até mesmo sua furadeira super conservada que você quase nunca usa? Essas coisas podem passar a te render um dinheirinho se você colocar todas elas para alugar! Aliás, absolutamente qualquer coisa que você tiver sobrando pela sua casa você pode anunciar para alugar. Você determina um valor pela diária, outra pessoa faz uso dela, te devolve nas mesmas condições que recebeu e você ganha por isso. Just like magic! De repente todas as coisas que estavam aí na sua casa sendo só pesos de papel passam a ter alguma função real na vida, né?

Alooga

 

Alugar o seu carro ou bike

Se o seu carro fica muito tempo parado na garagem ou caso você não use tanto quanto gostaria a sua bicicleta, talvez seja a hora de colocá-los pra jogo alugando para outras pessoas. Já existem maneiras super seguras onde você pode colocar o seu carro ou bike para outras pessoas usarem e ganhar um dinheiro bem legal com isso. As diárias de aluguel de carro custam entre R$80 a R$120 e tudo o que você precisa ter é um carro bem conservado e em bom estado disponível. Com as bikes, você consegue tirar por volta de R$30 por dia com modelos mais simples e acima de R$80 com os modelos mais completos.

FleetySplinster (também serve para pranchas de surf e de snowboard!)

 

Alugar o seu apartamento (ou quarto ou até sofá)

Essa já é uma solução rentável pra muita gente há um bom tempo! Se você tem um apartamento livre (pode ser o que você mora mesmo, durante um período de viagem seu), um quarto sobrando ou até mesmo um sofá confortável em casa… anuncie em sites como o Airbnb! Nele, pessoas de todos os lugares do mundo podem se interessar pelo seu cantinho e te pagar para se hospedarem lá, vivendo como um local, por alguns dias.

Airbnb

 

Ser um assistente virtual

Essa aqui é uma das formas mais trabalhosas, mas também mais rentáveis dessa lista. Trabalhar como um assistente virtual pode ser uma ótima solução para quem tá atrás de um trabalho extra de verdade. Aqui, você faz praticamente as mesmas funções de um assistente ~normal~: cuida da agenda de alguém, escreve emails, marca e desmarca compromissos e coisas do tipo. Basicamente, você vira responsável pela agenda de alguém. É algo que exige muita responsabilidade e organização, além de que às vezes você precise trabalhar em horários um pouco loucos, mas é uma solução que paga bem e funciona pra muita gente. Se você falar inglês, melhor ainda, porque pode ganhar em outra moeda. O Upwork é um dos vários sites com essas oportunidades. :)

 

Vender o que você faz

Caso você tenha alguma habilidade manual legal e consiga fazer produtos legais, existe a possibilidade de você vender a sua arte online!. Existem váááários grupos do Facebook por aí que são especializados nisso e tem milhares de integrantes comprando e vendendo. E vendendo de tudo: artesanato, bolos e docinhos, salgados, roupas, bijuterias, o que você imaginar! Além dos grupos, também existem sites especializados em produtos handmade, onde você pode criar a sua própria lojinha e divulgar as suas coisas por lá. A diferença é que nesses sites você precisa pagar uma pequena comissão e nos grupos do Facebook não. Mas fica ao seu critério, é claro!

Dots (grupo do Facebook) • Elo7Etsy

 

Vender suas habilidades

O que você sabe fazer? Desenhar? Tocar algum instrumento musical? Manja de design gráfico? Lê cartas de tarô? Existem sites por aí onde você anunciar suas habilidades – mesmo as mais inusitadas – e colocá-las a venda. Tem gente, por exemplo, vendendo as habilidades que elas têm no piano: você escolhe uma música e a pessoa grava pra você. Tem gente que manja bastante de matemática e faz a sua lição de casa – ou te explica como resolver. Tem gente vendendo logos, flyers e outras peças de design gráfico. Até gente disposta a se vestir de Papai Noel e gravar uma mensagem para o seu filho pequeno você encontra por lá! Dos anúncios mais comuns até os mais bizarrinhos, você pode vender absolutamente qualquer coisa na internet.

Fiverr

Vender produtos online

Essa é uma opção bem legal para quem é bom de venda. Usando ferramentas de afiliados como a do Hotmart ou até do Mercado Livre (chamada MercadoSócios), você pode promover anúncios de produtos de outras lojas e/ou pessoas e, caso uma venda role a partir do seu link, você ganha uma graninha pelo seu trabalho! E nem precisa necessariamente ter um blog ou canal no Youtube pra isso, você pode vender em grupos de Facebook e WhatsApp. É só escolher o produto certo pro grupo certo e ir lá tentar sua sorte (e suas habilidades de vendedor). É uma forma diferente para conseguir ganhar um dinheiro extra!

Hotmart MercadoSócios

Reduzir gastos (o melhor ataque é uma boa defesa!)

Para ajudar a realizar aqueles planos de 2017 que envolvem dinheiro, você pode começar o ano já com uma estratégia legal para economizar o que você já ganha no dia a dia. Faça um planejamento financeiro básico: anote tudo o que você gasta ou que pretende gastar e procure alternativas mais baratas. Trocar aquele restaurante no final de semana por um mais em conta. Aproveitar mais as peças de roupa que você já tem e não gastar com roupas que você não precisa. Será que não vale a pena esperar alguns meses para comprar aquele jogo novo de vídeogame que acabou de ser lançado? Ou então dividir o jogo com um amigo? Pequenas reduções nos gastos assim acabam fazendo uma diferença absurda no fim do mês.

Leia também: Viajar é uma questão de prioridades

Comece a cortar coisas que você costuma gastar e acaba nem percebendo. Às vezes vale mudar o dia do cinema para quarta feira, que é mais barato. Ou esperar algumas pessoas avaliarem aquele acessório eletrônico novo que acabou de sair, pra ver se vale mesmo a pena você comprar. Isso tudo é um misto de  prioridades e consumo consciente. Antes de passar o cartão, pense: eu preciso mesmo disso? O que é mais importante pra mim no momento? Juntar dinheiro pra ~insira seu objetivo aqui~ ou trocar o meu celular (que ainda funciona perfeitamente bem)?

Existem alguns aplicativos que te ajudam bastante a lidar e controlar os seus gastos, que inclusive já até falamos sobre aqui. Não existe nenhum mistério. Basta autocontrole e organização que, aos pouquinhos, você consegue rapidinho juntar aquele dinheiro extra que você tanto queria.

Comentários

Comentários